domingo, 8 de março de 2009

Quais são os insetos mais consumidos do mundo?

Revista Super Interessante
Edição 263
Março/2009
Texto de Maíra Termero


Junte-se à maioria! Em pelo menos 120 dos 192 filiados à ONU, insetos são consumidos regularmente - e a iguaria não é só para quem está matando besouro a grito. Na América Central, no Sudeste Asiático e no Oeste Africano, eles são servidos em restaurantes finos. Nos EUA, uma lata com 200 gramas de formigas tanajuras sai por R$ 57. E, até no interior do Brasil, formiga frita é petisco.
Cerca de 1400 espécies de insetos são consumidos, e os campeões são os besouros. Na falta de explicação melhor para preferência, porque existem muitos deles: "De cada 10 animais, 8 são insetos. De cada 8 insetos, 5 são besouros", explica o biólogo Eraldo Medeiros Costa Neto, da Universidade Estadual de Feira de Santana. Aliás, o campus do agreste baiano quase recebeu este mês o 1º Festival Gastronômico de Insetos Comestíveis, melado em cima da hora pela Agência de Vigilância Sanitária.
Não se come inseto com casca e tudo: seu exoesqueleto não desce bem. Mas o resto é nutritivo: 4 larvas de mariposa tem tanta proteínas quanto 250 gramas de filé mignon. Já a formiga-cortadeira tem 45% de proteínas, contra 23% do frango e 20% do boi. Insetos também são ricos em gordura insaturada, minerais e vitaminas. "Varia se ele come folhas, troncos, raízes ou seiva", diz Neto.
Graças a essa riqueza nutritiva, a ONU está estudando maneiras de usar nossos amigos de 6 patas para diminuir a fome no mundo. Afinal, só falta convencer um terço de seus membros a comê-los.
Abaixo, uma seleção entre os insetos mais apreciados do mundo. O besouro é campeão absoluto, seguido de outras delícias de 6 patas.
  • BESOURO-DO-COQUEIRO (rhynchophorus palmarum):veja que sorte: este suculento coleóptero, puro nitrogênio, abunda no Brasil. Ele é encontrado no Norte e Nordeste, dentro dos coquinhos de babaçu. Pode ser consumido na hora ou com farinha de mandioca.

  • IÇÁ (atta cephalotes): prato apreciado pelo escritor Monteiro Lobato, típico do vale do Paraíba, no leste de São Paulo. Crocante, a fêmea da formiga saúva é servida pura, frita ou com farinha.

  • ABELHA (apis mellifera): as deliciosas larvas de abelha tem sabor de (surpresa!) mel. Fonte de proteínas e vitamina A e D, são melhor apreciadas acompanhando uma deliciosa salada de frutas.

  • GAFANHOTO (sphenarium purpurascens): o chapulin, um clássico mexicano. São cozidos depois de ficarem dois dias sem comida e liberando o conteúdo estomacal. Come-se com sal, limão e pimenta ou na tortilha.

  • BICHO-DA-SEDA (bombyx mori): a espécie não é mais encontrada na natureza, só sobrevive em cativeiro. Na China e no Japão os casulos são ingeridos como biscoitos.

  • TENÉBRIO (tenebrio molitor): usados no resto do mundo em rações animais, estes besouros exalam proteína e são apreciados pelos chineses em todas as suas fases.

  • Da Tailândia, um louva-a-deus tranformado em uma cremosa pasta, dizem que o sabor lembra patê de camarão.

3 comentários:

Gourmandise disse...

A Cochonilha é o inseto mais conumido no mundo inteiro. Dele extrai-se o corante vermelho (o inseto é desidratado e pulverizado) para iogurtes, bolachas, sorvetes, corantes avermelhados propriamente ditos, balas, etc...
Muitos vegans e vegetarianos consomem estes insetoss sem saber.

bjo

Um catador disse...

Bem, esses aqui não entrarão no nosso menu rs.

Marina Sabino disse...

Olha, bom saber!Eu não fazia idéia da cochonilha!