domingo, 10 de agosto de 2008

The man with a moustache


Comidas que SEMPRE me fazem lembrar meu pai:

Balas MENTEX
Ovos mexidos com bacon todo domingo
Sanduiche de pão, filé mignon e queijo
Camarões grandes
Strogonoff com muito champignon

Frases que SEMPRE me fazem lembrar meu pai:

"Princesa do figo bichado"
"Saracoteia pra eu ver"
"Marina, fica fria..."
"Marina, fica caladinha SÓ UM POUQUINHO"
"Pai, quero fazer pipi"


Historias que SEMPRE me lembro sobre meu pai:
  • Minha mãe diz que depois do ato de consumação meu pai disse: Hoje eu fiz uma menina! Eu não sei se é verdade ou não, mas eu sei que ele foi o primeiro homem pelo qual eu me apaixonei...

  • Na época que passava aquela novela Vamp, um dia, vi meu pai dando um beijo de língua na minha mãe... E eu falei que também queria um beijo daqueles! Ele disse que não podia me dar um beijo daqueles, porque ele era igual o vampiro Matosão da novela, e se ele me beijasse daquele jeito eu também iria virar vampira... Então só podia ser BITOCA DE MATOSO!
  • Todo domingo eu tinha que chegar em casa impreterivelmente ás 20h pra assistir a série policial Without a Trace com meu pai... Eu sempre chegava 20:05 e ele olhava pra mim e falava: ACHEI QUE VOCÊ NÃO FOSSE VIR NÃO!!!!!!!!!!!! Eu já pulava na cama e ajeitava a cabeça em cima da barriga dele... Antes do primeiro comercial ele já estava roncando... E como mágica ele SEMPRE acordava assim que o capítulo acabasse... Olhava pra mim e falava: Nossa, esse foi bom hein??????????

  • Minha amiga Simone chegava lá em casa e chamava meu pai de Ernestão Taxista, pq era sempre ele quem levava e buscava a gente das festas, e deixava T-O-D-O mundo em casa... Sempre...


É bem verdade que João Paulo e eu tivemos muita sorte em questão de pai e mãe... E família em geral... Meu pai sempre foi um pai presente, um pai carinhoso, levava a gente pra viajar nas férias, me dava flores no dia da mulher, aniversário etc e tal... Quando viajava sempre trazia presentes... Quando saí de casa pra morar fora ele me ligava todos os dias... Meu pai teve muita paciência comigo... É verdade que eu não fui uma criança levada, mas fui uma adolescente inconsequente... Perdi o juízo muito antes dos sisos... Mas mais verdade ainda é que eu não conheço uma filha que seja mais apaixonada pelo pai do que eu....

Wanna go for a ride, baby?

Nenhum comentário: