terça-feira, 27 de maio de 2008

São Paulo (continuação)

Na Sexta feira eu fui na Chocolat du Jour, com o objetivo de comprar uma lembrancinha para agradecer meu tio, mas acabei saindo de lá direto para lista dos Devedores Brasileiros em Potencial!!!!!!

De uma produção caseira, que começou na cozinha da própria casa de Claudia Landmann, nasceu a marca de chocolate mais prestigiada e criativa de São Paulo...
A Chocolat du Jour tem o irresistível bombom de morango seco coberto de chocolate... Macio por dentro, combinando o azedinho da fruta com o doce do chocolate...
Tem uma linha de presentes para Maternidade, Casamento, Trufas, Pingos, Presentes Especiais, e até a Coleção Kaiseki em comemoração ao centenário da imigração japonesa...
Eu comprei a Lata Seleção pro meu tio (R$ 93,00) e pra mim o Choconuts (R$ 68,50), com nozes pecã cobertos com chocolate (da foto)... Quando fui humildemente dividi-la com meu irmão, ele pegou um e quando levou à boca disse que o chocolate fedia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Whaaaaaaaaaaaaatttttttttttttttt?????????????
Sem noção demais....
O chocolate não fede, ele simplesmente não tem aquele cheiro doce, entupido de essência de baunilha e açúcar, que os outros chocolates NORMAIS!
Ele tem o cheiro característico do cacau de verdade... Do cacau puro... Sem muito açúcar... O cheiro é forte, um pouco amargo, DELICIOSO....
Mas no stress,já que o chocolate preferido do João Paulo é o já extinto Chocolate SURPRESA (da Nestlè), que vinha com aquelas figurinhas de dinossauro.....


No sábado á noite, fui experimentar aquela que é considerada a melhor hamburgueria de São Paulo: St Louis.
A casa é super simpática, pequena (no máximo 10 mesas), freqüentado por jovens, adultos e até casais de idosos... Com mesinhas pequenas de madeira, as toalhas xadrezes vermelhas são a cara das típicas lanchonetes americanas de beira de estrada... As paredes exibem símbolos da cultura americana, como tacos de beisebol e garrafas de Coca-Cola. Tanto os hambúrgueres quanto os hot-dogs são ótimos. Quase pedi o blue burger com 160 gramas de carne, gorgonzola, rúcula e chutney de cebola. Mas acabei pedindo o com 160g de carne, queijo, tomate e maionese verde de ervas... Meu irmão comeu um hot dog tão delicioso quanto o hambúrguer, com queijo cheddar e molho barbecue. A casa também é famosa pela limonada com pedaços de framboesa fresca... Mas meu vício pela coca cola falou mais alto... Mas ainda dividi um milk shake de ovomaltine com meu irmão, e estava ótimo!


Domingo, antes de voltar para Uberaba, fui conhecer a Feira Boliviana da Kantuta!
Localizada no bairro do Pari, já reduto dos bolivianos, a feira traz comidas típicas, artigos de decoração, acessórios, bolsas, brincos, mantas bolivianas e peruanas... É bem pequena mas tem música ao vivo e partida de futebol... (na hora que eu fui era a partida das meninas!!!)
Eu comprei batatas peruanas, pra fazer uma receita de ceviche no final de semana, o milho branco deles, que também vai na receita, comprei pipoca de trigo doce (mas ainda não experimentei) e o refrigerante Inca-Kola (que eu to com medo de ser a última coisa que eu tomarei em vida...)
As atendentes são super simpáticas, explicam tudo pra você, pra que que serve, como você deve cozinhar, como você deve comer, com o que que fica bom, tuuuuuudo! Eu levei da batata preta (da foto), ela quebrou uma batata ao meio pra me mostrar, e dentro dessa batata, ela é branca com pontinhos roxos, esses pontinhos roxos soltam tinta e daqui a pouco sua mão está toda roxa... Ela me explicou que você deve cozinhar essa batata com as casca, e retira-la na hora de comer.... A outra (amarela) é boa para ensopados, peixes, ceviches, etc... Tem ainda uma outra batata pequena, redonda e rajada de vermelho que é indicada para colocar no molho de tomate...
Tem todos os tipos de milhos, brancos, pretos, rajados de vermelho, com casca, sem casca... Tem favas e feijões... Cerveja peruana, cerveja boliviana... Sempre que eu pedia pra ela me explicar o que era alguma coisa, ela explicava e logo soltava um " isso é uma delíiiiiiiiiiiicia!!!", "mas é uma delíciiiiiiiiiiiiia", "ai que delíiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiicia"... Muito engraçado... Até que eu achei, jogado, perdido no meio dos outros pacotes, um pedaço pequeno de chocolate redondo, enrolado num filme plástico transparente, sem etiqueta nem nada... Perguntei se aquilo era chocolate... Ela respondeu que sim, que era o chocolate boliviano, que eles usavam pra colocar no leite, pra achocolatar! E finalizou com: "Nossa, mas esse chocolate é um delíiiiiiiiiiiicia!"
Minhas compras pararam aí....
Comecei a suspeitar da veracidade desses "é uma deliiiiiiiicia"!!!!!!!!!!

Comi ainda as famosas saltenhas! Com massa adocicada e recheio farto, elas custam R$ 3,50 e vem com colher descartável... Você da uma mordida e come o recheio de colher!
Eu experimentei a de frango, a de carne e a de carne de porco... A massa é bem doce, mas os recheios de carne e carne de porco são ótimos. Bem apimentadinhos, com batata e passas, contrastam com o doce da massa e são servidas bem quentinhas...
As moças das barraquinhas, usam avental branco, touca e luvas... E os fornos são elétricos...
Tomei ainda dois sucos típicos, o de pêssego seco (é feito como se fosse chá de pêssego, e depois é servido gelado com a fruta seca no fundo do copo), e o suco de linhaça branca. O de pêssego eu não consegui dar mais de dois goles de tão doce! Mas meu avô gostou... Disse que pelo menos tinha gosto de pêssego de verdade... O de linhaça branca é bem gostoso...
O refrigerante, quando eu experimentar, eu conto.....
Se eu sobreviver.....












A moça do " É uma delíciiiiiiiiia "

Os sucos de pêssego seco e linhaça branca

E o refrigerante amarelo-desinfetante Inca Kola


Chocolate du Jour
Rua Haddock Lobo, 1672 - Jardins
St Louis
Rua Batatais, 242 - Jardim Paulista
Feira da Kantuta
Pari - Final da Rua Pedro Vicente (altura do nº 600)
Todo domingo apartir das 11 da manhã

*Eu peço um desconto nas fotos, mas minha máquina continua sem conserto, então tenho que improvisar com a câmera do celular! Por isso também tenho usado muitas fotos de outras pessoas*

domingo, 25 de maio de 2008

Tem gente quem tem o DOM pra coisa...

Se tem uma coisa que eu sei fazer é comer.... Tenho o dom conseguir comer sempre mais, de sempre achar um lugar que ainda não comi ou uma coisa que quero experimentar.... E quando se come bem, tudo fica bem... A conversa flui, o humor melhora... Eu sou fã incondicional da comida! Quinta feira eu fui com meus avós, meu irmão e meus tios comer no Tanger. O restaurante de comida marroquina e mediterrânea é um charme, o atendimento é super descontraído e a comida é deliciosa.

foto Marcelo Katsuki

O couvert (R$ 6,90) tem pães, berinjela com passas, patê de grão de bico e cubos de cenoura com curry... A cenoura é crocante e macia ao mesmo tempo... Uma delícia! Eu comi o Couscous com merguez (merguez é uma lingüiça de cordeiro bem condimentada), acompanhava ainda legumes e cebolas fritas... Meus avós dividiram um Filet de frango recheado com queijo gruyère e banana em crosta de gergelim ao molho de laranja. Muito bom, e também acompanhava couscous e legumes.... O couscous vem com um caldo de legumes à parte para você rega-lo a sua preferência....
Pra quem não é muito fã de comida marroquina há opções mais simples como Filet mignon em tiras ao molho de cogumelos... Acompanha batata ao molho bechamel gratinada. Ou a Lula farci; recheada com champignon fresco, camarões, abobrinha italiana e especiarias ao molho de tomates frescos e arroz.... Mas o melhor prato foi o do meu irmão, o Desarrumadinho Tanger! Cordeiro desfiado numa cama de purê de abóbora. Acompanha couve, alho seco, batata palha e azeite de oliva. A carne desmanchava, o purê era delicioso, a couve bem fininha ao redor do prato e uma coroa de batata palha... Os pratos variam de 20 a 40 reais... Ainda recomendo o suco natural de amora aromatizado, maravilhoso...
Meu tio já tinha me avisado que à noite ele ia me levar pra jantar pra comemorar meu aniversário... Mas ficou fazendo o maior mistério sobre o restaurante... Buscou-me 20h e cheio de charme dirigiu até o Jardins.... Estacionou o carro numa vaga que encontrou e andamos um quarteirão... Entrei numa rua sem saída e nem assim desconfiei... Só quando eu parei na frente da imensa porta de madeira, que eu vi aonde estava...
Eu ia jantar no D.O.M... Do Alex Atala....

Primeiro eu quis morrer de vergonha... Porque eu tinha metido o pau nele mais cedo, no almoço! Falei que ele era um vendido, que reclamava de ter feito o programa Mesa pra Dois (que ele apresentava na Gnt), que só ligava pra dinheiro, e que eu não gostava daquele tipo de comida que ele fazia no restaurante... Tudo desconstruído demais... Era espuma com sabor de camarão... Pratos minimalistas aonde nem se sente o gosto da comida....
Depois que o primeiro momento passou, eu fiquei feliz de estar ali... Afinal o restaurante foi considerado, pelo segundo ano consecutivo um dos melhores restaurantes do mundo! (38º lugar em 2007 e 40º em 2008)
Dificilmente eu teria outra oportunidade de comer lá...
Mas nada me tirava da cabeça a má impressão que eu tinha dele... Ano passado, no seminário da Prazeres da Mesa, assisti uma palestra dele... Vocês não acreditam o que ele fez... Chovia em São Paulo, o auditório era frio, escuro e lotado... Ele entrou, se apresentou, cumprimentou e sem falar nada ele queimou açúcar numa panela de cobre até virar caramelo... Depois jogou leite quente... Levou a panela até a ponta do palco e esperou até que o cheiro de leite quente com caramelo impregnasse o salão e despertassem todos os sentidos e memórias das pessoas! Quando começaram os murmurinhos ele disse:
- Lembrou da casa da avó?? Pronto, agora eu posso começar!
Ninguém conseguia mais tirar os olhos daquela pessoa, e não teve um que não saiu encantado com ele!
Pra mim..... PURO MARKETING!
Muito convencional o momento de chuva, frio... Com aquele cheiro gostoso de coisa quente e doce... Claro que as pessoas iam sentir o conforto que aquele cheiro produziria, mas ligariam conforto à ele! Ao chef, com sua comida carinhosa....
aaaaaaaffffffffffffffff
Mas..................
Mal chegou o couvert e eu já comecei a pagar a língua....
Apesar da minha recém-antipatia pelo ruivo, não posso lhe negar talento... E nem mérito! O D.O.M se tornou o melhor restaurante que eu já fui em toda minha vida.........................
O couvert tinha pães (que em minha opinião poderiam vir quentinhos, assados na casa), tinha uma manteiga francesa deliciosa, pimenta cambuci com azeite, patê de atum delicioso, uma coalhada seca bem sedosa, e uma cabeça de alho gigante, assada inteira com azeite e ervas.... PERFEITA!
Nós optamos pelo menu degustação... Composto por 4 pratos do dia, 1 queijo, e 1 sobremesa (R$ 195,00), e só pode ser pedido se for por todos na mesa...
O primeiro prato era um sashimi de robalo com mini folhas de jambu e molho de tucupi...
O gelado do peixe contrasta com o caldo quente e cítrico... As folhas de jambu são minúsculas, nem se sente a famosa "dormência" da língua, marca registrada da folha...
O segundo prato foi um risoto liquido de côco sobre leito de azeite de hortelã e shoyo, com folhas de alga nori...
O risoto líquido é feito cozinhando o arroz Carnaroli com caldo de legumes e leite de côco, e depois processado no liquidificador... O creme é então passado numa peneira fina e colocado dentro de um sifão.
O terceiro prato foi o tradicional fois gras (fígado de ganso) com crocante de arroz selvagem e avelã, com sorbet de cambuci e consomè de bonito...
Eu simplesmente não tenho palavras pra descrever o mar de sensações de cada garfada desse prato... A temperatura quente do fois gras gratinado por fora e macio por dentro, com a crocância do arroz selvagem com avelãs mistura-se com o gelado e adocicado sorbet de cambuci (M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O) e a textura aveludada do caldo de bonito...
O quarto prato foi uma sardinha, acompanhada de purê de tomate e um refogado de escarola com uma telha de castanha por cima................................
Foi então que o Alex Atala deu um de vidente e parece que adivinhou que eu tinha falado mal dele a tarde inteira e quis me fazer pagar a língua de vez!
Chega a mesa um QUINTO PRATO.... Avisamos o garçom que era um erro, pois havíamos pedido o menu de 4 pratos... E ele simpaticamente respondeu que não havia erro, aquele era, de fato, o quinto prato, mas era um presente do chef.............
???????????????????????????????????????????????????????????
Minha cara foi pro chão...... Mas pelo menos eu me deliciei com um filé de paca com mousse de feijão branco e caldo reduzido de paca.... Simplesmente perfeito.... O mousse de feijão desmanchava no garfo... E a carne da paca na boca....
O queijo era a típica receita francesa de aligot.
O aligot consiste em um purê de batatas com queijo meia cura e grunyère (adaptação brasileira), até virar uma massa espessa e elástica, que é cuidadosamente enrolada entre colheres pelo garçom, que faz malabarismos com ela no ar, até depositá-la artisticamente no seu prato.
Bem denso, forte e consistente, o aligot fecha com chave de ouro o jantar...
De sobremesa, um bolo de castanhas com sorbet de uísque e calda de chocolate....
A comida do D.O.M é, de fato, reconfortante... O chef traz o Brasil à mesa com ingredientes típicos do país, como o jambu, o cambuci, a sardinha, a pimenta cambuci...
Com criatividade, ele mistura os ingredientes brasileiros, despertando seus sentidos (para diferentes texturas, temperaturas e sabores), e sua memória gastronômica...
Você se sente bem comendo... Como se alguém tivesse te dado um presente...
O restaurante tem decoração simples e moderna... Estreito em largura e extenso em comprimento parece um corredor... A cozinha divide espaço com o salão, separados por um vidro transparente... O pé direito é alto, e a acústica é perfeita. As mesas são bem próximas uma das outras, mas não se escuta as vozes da mesa ao seu lado...
É comida minimalista? É.
É comida diferente? É.
Mas é comida que conforta.
É o sabor do Brasil ali, no prato...

Restaurante Tanger
Rua Fradique Coutinho, 1664 - Vila Madalena tel. (11) 3037-7223
D.O.M
Rua Barão de Capanema, 549 - Jardins tel. (11)3088-0761

quarta-feira, 21 de maio de 2008

São Paulo!


Feriado básico pra fazer o que a gente mais gosta: comer, comer, comer, comeeeeeeeeer em São Paulo!

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Parabéns pro M-E-U paaaaaaai!

To: Chef
From: Chef
Eu faço aniversário dois dias antes que o meeeeeeeu pai, mas a gente sempre comemora juntos... Esse ano não deu pq eu e ele estamos em provas na faculdade, e o meeeeeeeeu pai tem que trabalhar pra eu poder comer nos melhores restaurantes!huhuhuhu
Quando eu entrei na faculdade (em 2005) o meeeeeu pai também entrou na segunda dele... Formado em engenharia civil, e cheio de moda, foi fazer Direito! Quando eu ia pra Barreiras, nos feriados, ou férias, sempre ia pra faculdade com ele, ou aparecia na hora do intervalo de surpresa (só pra ver se eu pegava alguma movimentação estranha...), assistia as aulas com ele e achava o máximo quando ele dizia pro povo que eu era a nova namorada dele e eu podia botar banca em cima da mulherada! Adoraaaaaaaaaaaava....
Porque eu morria de ciúmes do meeeeeeeeu pai, e essa era a hora que ele me deixava colocar as asinhas de fora... Achava graça, morria de rir... Mas pra mim era sério... Eu tinha vontade de chegar nos lugares que a gente ia (bares, restaurantes, faculdade...) e falar pra todas as sorridentes colegas dele:
- É meu! MEEEEEEU! M-E-U! Meu, meu, meu E meu! Todo meu! Só meu! Tô de olho e ninguém tasca!
Mas aí eu comecei a perceber que enquanto eu me achava bem esperta, entrando em todos os sites de fotos de eventos de Barreiras e região, olhando foto por foto pra ver se eu via meeeeeu pai atrás do povo da foto, pra ver se ele tava indo em alguma festa, eu descobri que ele tinha um acordo com os fotógrafos!Ele podia até tirar foto, mas dependendo do lugar ou das pessoas da foto, o fotógrafo depois de bater a foto olhava pra ele; se o meeeeeeu pai piscasse, ele não publicava a foto, se ele balançasse a cabeça positivamente, ele deixava a foto ir pro site!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Esperto era ele........
Aí eu comecei a conformar mais com o fato que ele não é só MEEEEEEEEEEU pai... Ele é colega, é chefe, é engraçadinho, é amigo, é pai do meu irmão também, da Taciana, e eu tinha que aprender a dividir ele com os outros....
Mas de vez em quando ainda tenho que podar as asinhas dele um pouco, e fechar a cara pras suas coleguinhas mais engraçadinhas!
Afinal, eu também mereço privilégios; eu faço coisas que só uma filha apaixonada faz:
1) Dormir no calor de Barreiras sem ar condicionado ou ventilador ligado, janela fechada, luz acesa, TV ligada no volume 40, só pra dormir com ele...
OBS: Esse processo é totalmente desidratador, sendo necessário quando acordar 2 litros d'água SÓ PRA LEVANTAR DA CAMA....
2) Dividir uma cama de solteiro com ele, dormir com a cabeça na barriga dele, que sobe e desce com a respiração profunda, e ainda achar bom ficar escutando o seu ronco até ele acordar com o próprio ronco e olhar com cara feia pra mim, como se eu que tivesse o acordado...
3) Não aguentar esperar mais dois dias pra nascer na mesma data que ele e a gente poder comemorar aniversário juntos... Não aguentava mais de ansiedade pai!
4) Sair pra jantar com ele e pendurar TANTO no seu pescoço, que no dia seguinte a cidade inteira comenta que o Ernesto ta de namorada nova, e ela é bem novinha mesmo!
Quando ele me liga no celular pode chamar: Bigodão Latino (o celular dele), Bigode Milagre (quando é o telefone lá de casa), Bigodinho Trabalhando (telefone do escritório) ou Fax do Bigode! Mas pra todos os telefones tem a mesma música que toca, que é a única música que consegue traduzir o que eu SEMPRE to sentindo quando ele me liga:
"Avião sem asa
Fogueira sem brasa
Sou eu assim, sem você
Futebol sem bola
Piu-piu sem Frajola
Sou eu assim, sem você...
Tô louco prá te ver chegar
Tô louco prá te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração...
Eu não existo longe de você
E a solidão, é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo...
Porque é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...
Que eu não existo longe de você
E a solidão, é o meu pior castigo
Eu conto as horas prá poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo..."

A melhor bitoca do mundo...

Parabéns pai....

domingo, 11 de maio de 2008

Parabéns Pra Mim!!!!!!!!!!!!!!

22 de anos nas costas, mas comemorado com muuuuuuuito estilo!



Comemoramos ontem pra aproveitar o dia das mães! Minha mãe fez uma feijoada D-E-L-I-C-I-O-S-A!
Tinha costelinha, carne de sol, linguiça, paio.... (tudo que eu gosto!). Tinha arroz, couve, laranja, farofa com bacon....
Minha mãe comprou uma Absolut e a gente fez caipirosca de lima, de abacaxi com morango e hortelã, de limão com Citrus, de tangerina...........................



Sobrou taaaaanta cerveja, que só fazendo outra festa pra gente beber tudo....
Eu fiz um bolo de chocolate com côco e amêndoa! Sofri achando que não ia ficar bom primeiro pq tinha que ter levado maisena junto com a farinha e eu achei que tinha em casa e na hora eu vi não tinha.... A receita é super estranha e vai até coca-cola na massa! Mas ficou tãaaaaaaaao gostoso! A massa não fica doce porque só vai chocolate meio amargo e cacau em pó.... Fica bem macia e beeeem molhadinha.... O recheio e a cobertura você coloca o leite condensado no forno em banho maria até caramelizar! Coloquei bastante amêndoa em lascas.... Afffffffffffff



Fiz brigadeiro....



Bicho de pé....



Eu comi atéeeeeeeeee passar mal.....
Dois pratos de feijoada...... 64106471364716271 milhões de docinhos......
Ganhei um monte de blusinhas das meninas... Ganhei verdinhas do meu avô..... Pude escolher o que eu quisesse do Bigodinho.... Ganhei tuuuudo no salão, da minha mãe, mão, pé, cabelo...parecia uma lady!

Só faltou Bitoca de Matoooooooooso no Bigode!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Mas minha mãe compensou.... Até nove horas da noite ela tava me dando bitoca!


Só faltou vocês:



*Detalhe, que eu postei hoje (12/05-Segunda-Meu aniversário) Mas saiu com a data de ontem pq eu escrevi tudo ontem a noite e salvei pq hj eu tenho prova o dia inteiro, por isso que saiu com a data de ontem lá em cima!
bjs

Feliz Dia das Mães!


Mãe é tudo igual....
Pelo menos a minha é importada!
Mãe, te aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaamo!

quinta-feira, 8 de maio de 2008

" Nós, brasileiros, que temos muito pouco orgulho próprio, tentávamos a todo custo copiar e importar produtos e modo de fazer e cozinhar. Não atentávamos para o fato de termos produtos e modos de cozinhar próprios. Somos, ou melhor, éramos tão sem amor ao que é "nosso" que procurávamos usar linguagem e gestual estrangeiros. Os legumes, nas escolas de culinária, são cortados à julienne e não em tirinhas, como as donas de casa falam para suas cozinheiras. Um básico molho branco ou creme branco (cebola, manteiga, trigo e leite) é bechamel ou roux, não se refoga, salteia-se, cozinhar em gordura é confit, e por aí vai a mania de cópia, de falta de alto estima. Nossas frutas, como o bacuri, o taperebá, o umbu, o cupuaçu e a biriba, por exemplo, por puro desconhecimento, são tidas como exóticas! Quando fruta exótica, em nossa terra, são as importadas - maçã, pêra ou damasco."

(Paulo Martins, chef e proprietário do restaurante regional Lá em Casa, em Belém)

domingo, 4 de maio de 2008

ê Beraba bão, no Domingão da Marinão!

Todo mundo sabe que eu não sou muito fã daqui, e que apesar das incontáveis vezes que o meu pai me iludiu dizendo que eu me mudaria, I'm still here!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Buuuuuut, até que Uberaba tem algumas vantagens.... Na faculdade fiz algumas amizades que dão de 10 a 0 no pessoal de Ribeirão... Uberaba não faz tanto calor como na Bahia... E não é tão longe de Brasilia ou São Paulo...
Mas eu gosto, especialmente, dos domingos como os de hoje...
Acordo já quase 11 hrs e eu e minha mãe vamos ao Mercado Municipal, praticamente na esquina da minha casa. Comer pastel e tomar cerveja... A cerveja fica por conta da minha mãe, eu geralmente vou de refri regional que vem numa simpática garrafinha de vidro pequena. O rótulo diz sabor guaraná, mas eu desconfio algo como tutti frutti de tão doce! Mas eu nunca fico com menos que 2 pastéis!
Minha mãe aproveita pra comprar frutas e verduras frescas na banca do legalzão do Roninho, que explora o filho de 12 anos com trabalho escravo... eu, enquanto isso, paquero o mocinho da banca da frente que já disse até que viraria um manjericão por mim... Mas isso foi antes do sol bater na aliança dele e ela brilhar na minha cara!!!!!!!!!!!!!!
Depois compramos jornal e revistas da semana na banca da mulher descabelada que sempre diz que se minha mãe quisesse ela venderia a banca toda a ela...
Voltamos pra casa e minha mãe vai fazer sakeroska, geralmente de kiwi ou lima da pérsia, embora hoje tenha sido de mixirica....
Mais tarde entupimos alegremente as veias do coração almoçando no Tabu... Lombo com tutu e couve ou parmegiana são os favoritos... O arroz brilha mais que prata lustrada e as batatas fritas são servidas em piscina de óleo! Original bem gelada pra matar a sede...
Sorvete pra fechar o almoço e tirar o sal das batatas...
Voltamos pra casa e minha mãe dorme o sono daqueles que comeram demais e eu hiberno no sofá vendo as reprises dos meus seriados favoritos na Warner...
De noite, assistimos Grey's Anatomy ou algum vale-a-pena-ver-de novo da TNT comendo sanduiche do Pop's, que vem com bacon bem sequinho , daqueles que faz croc quando você morde... sempre com pão frances fresquinho e entregadores sorridentes....

Até que isso ajuda a aguentar o sotaque insuportável dos mineiros, e os peões acéfalos e machistas que insistem em se matricular na faculdade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 3 de maio de 2008

The Devil's Food


Cause we like the Devil.....
And the Devil like us!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Super Brownie com Doce de leite


115g de manteiga sem sal
170g de chocolate meio amargo
25g de cacau em pó
3 ovos grandes
200g de açúcar
1 colher (chá) essência de baunilha
140g de farinha de trigo
250g de doce de leite

Unte e enfarinhe uma forma quadrada. Reserve
Num apanela derreta a manteiga e o chocolate meio amargo em fogo bem baixo. Desligue o forno e misture o cacau em pó. Junte o ovos, um de cada vez. Depois o açúcar e a farinha. Misture bem. Despeja na forma. Eu comprei doce de leite daquele mais liquido de saquinho, então espalhei por cima e coloquei pra ssar em forno pre aquecido, por 40 minutos. O doce de leite entrou no bolo, e na hora de servir cobri com mais doce de leite!!!!!!!!!!!!!!!!

Mas na receita ela faz duas receitas dessas, coloca a primeira na forma, coloca pedaços de doce de leite e cobre com a outra metade da massa!!
Da proxima vez eu vou fazer asism pra ver qual que o Diabo gosta mais!!!!!!!!